5 maneiras de experimentar Pequim como um morador local

Postado em 29 março 2016

 Hostels e Albergues - Pequim

 

A escritora de viagem Esme Fox passou anos visitando regularmente a capital chinesa. Se você está indo para um albergue em Pequim, as dicas dela irão te ajudar a entrar na atmosfera dessa fabulosa e frenética cidade.

Então, você está fazendo um mochilão para Pequim. Você já caminhou pela Grande Muralha da China, explorou a Cidade Perdida e se maravilhou com o Templo do Céu; e agora, você quer descobrir um lado mais local da capital chinesa. Minha família viveu em Pequim por sete anos e durante as muitas vezes que os visitei, aprendi como encontrar essas experiências locais. Assegure-se de colocar essas 5 em sua lista...

1. Desfrute do chá na forma chinesa

O chá é muito importante na China, então a experiência chinesa do chá é uma obrigação. Porém, não cometa o erro de cair na famosa armadilha dos golpistas, onde alguém na rua irá te convidar para ir em uma cerimônia – você acabará pagando uma fortuna. Ao invés disso, faça como os moradores locais e vá até as lojas de chá (ou mesmo aos centros comerciais de chá) onde você pode passar entre as prateleiras das suas infusões favoritas e aproveitar amostras durante as cerimônias de chá. Os três andares do Mercado de Chá Taiyanggong, próximo à estação de metrô que tem o mesmo nome, é uma ótima opção.

2. Relaxe nas fontes termais

Poucas pessoas sabem que dentro da própria cidade de Pequim há várias fontes termais, perfeitas para relaxar os cansados músculos de mochileiros.  Especialmente durante o inverno, as fontes termais ficam repletas de famílias locais, que passam o dia todo lá, se banhando, jogando jogos de tabuleiro, comendo, dormindo, ou simplesmente passando o tempo. Nas fontes termais de Chun Hui Yuan – um dos meus locais favoritos – você tomar banho em  banheiras de vinho tinto, chá verde ou flores de jasmim.

3. Procure tesouros no Mercado de Antiguidades Panjiayuan 

Ao invés de passar uma preguiçosa manhã de sol em um quarto do albergue, acorde no romper da aurora junto com os moradores locais para procurar as melhores barganhas neste carinhosamente apelidado "Mercado Sujo". Este também é o local onde as pessoas vem para ter seus chops feitos – selos personalizados esculpidos em pedra, metal ou bambu.

4. Explore o Distrito de Arte 798

O Distrito de Arte 798 é onde a juventude descolada de Pequim vem passar o tempo – imagine a versão deas.  Pequim do Camden Market de Londres, mas sem as aglomerações e multidões de turistas. Repleta com galerias de arte de ponta, lojas peculiares, cafés descolados e uma incrível arte de rua, oferecendo uma visão completamente diferente da capital chinesa.

5. Passe algum tempo no parque

São nos parques que a vida acontece em Pequim. Independente de que você queira praticar tai chi ou dança com leques, aprender a tocar um instrumento musical ou reunir seus amigos para um jogo de mahjong, você irá encontrar tudo isso a céu aberto. Nem é preciso dizer que são ótimos lugares para ver pessoas também – admirar as habilidades daqueles que praticam truques circenses ou dos que jogam jianzi (versão chinesa do footbag), observar os homens que colocam seus pássaros em gaiolas para passar o tempo entre as árvores, ouvindo sessões de canto de ópera.