Os bairros de Barcelona que os turistas não visitam, mas deveriam

Postado em 29 março 2016

Hostels e Albergues - Sarrià
© Copyrights: Jorge Franganillo

Sarrià, um mercado de alto nível com uma atmosfera de vila

 

Se você é um mochileiro em Barcelona, é bem provável que esteja nos albergues do centro da cidade – o antigo bairro grunge de Cuitat Vella, o multicultural Raval, o badalado Gracia ou nas ruas elegantes de Eixample embora, se você já foi até as principais vistas e já se cansou de se perder na antiga cidade, aqui estão alguns bairros "fora da trilha" que valem a pena explorar.

Sant Andreu

Ainda que muitos habitantes locais de Barcelona (tirando os que vivem aqui) não tenham se aventurado até aqui, fica apenas a 15 minutos de metrô do centro da cidade, então não há desculpa. Sant Andreu de Palomar, como alguns bairros de Barcelona, costuma ser uma vila própria e foi absorvida pela expansão da cidade em 1897. Hoje, ainda conserva bem aquela atmosfera de povoado. A primeira coisa que você irá perceber quando sair da estação de metrô é a área magnífica da igreja abobadada, que não se parece com nenhuma outra na cidade. Vagueie pelas ruas para ver as tradicionais lojas de Sant Andreu, sua linda aquitetura colorida e sua antiga praça do mercado e então siga adiante para a paróquia de Sant Pacià, que abriga o original mosaico de Antoni Gaudí.

Sarrià

Sarrià é um bairro de alto nível favorecido pelos cidadãos prósperos de Barcelona, mas ainda conserva muito de sua atmosfera local. Sarrià foi de fato, a última das vilas adjacentes a se juntarem à cidade, fazendo isso em 1921. Hoje, abriga elegantes residências, vilas art nouveau e antigas lojas tradicionais. As vistas que valem a pena aqui incluem o secular mercado fechado e a Torre Bellesguard – uma construção com aparência de castelo medieval que foi projetado por ninguém menos que Gaudí, e que foi aberto ao público pela primeira vez em 2014.

Horta-Guinardó

Se você está sentido que precisa escapar um pouco da cidade e seguir para uma das tranquilas redondezas da área rural, então Horta-Guinardó é o lugar. Localizada à nordeste da cidade, é cercada por montanhas e repleta de ondulantes colinas verdes e grandes espaços abertos. Aqui você pode vagar pelas charmosas praças antigas, incluindo a muito tradicional Plaza d’Eivissa, e visitar o neoclássico do século 18 Parc del Laberint, com seu elegante labirinto.

Poble Nou

Situado a leste do centro da cidade, a região costeira de Poble Nou foi uma vez apenas das fábricas, têxteis e favelas. Hoje está gradualmente se reinventando – você irá encontrar uma mistura interessante de antigas construções industriais e a elegante aquitetura pela qual Barcelona é famosa. Para realmente ter uma sensação do local, faça um caminhada pela arborizada Rambla, repleta de cafeterias na calçada e então siga para a talentosa área de 22@. 22@ tem sido vista como a nova Silicon Valley, atraindo empresas tecnológicas, animadas start-ups, empresas de design e modernos espaços de trabalho cooperativo.